Concentração e produtividade

Coworking ou Escritório Próprio: Qual o melhor modelo para você?

Investir em um negócio próprio, além das definições do setor de atuação, também passa pelas decisões de infraestrutura. A principal delas é a dúvida sobre onde montar a sua empresa. Se você prefere trabalhar fora de casa. Nesta hora, dois modelos podem ser discutidos: coworking ou escritório próprio.

As duas opções possuem lados positivos e negativos para quem está empreendendo e é muito importante colocar todos estes pontos na balança antes de fazer a escolha final. Por isso, levantamos os prós e contras para que você possa tomar a decisão com tranquilidade e começar o seu negócio.

Coworking

O Coworking é um espaço de trabalho compartilhado onde a sua empresa e outras ficarão lado a lado, criando assim uma rede de empreendedores em um mesmo lugar. Normalmente, esses locais oferecem alguns modelos como salas separadas, estações individuais de trabalho, salas de reuniões e espaços de convivência.

Muito popular entre profissionais freelancers ou ligados a empresas com perfil inovador, como startups, os coworkings também vem ganhando adeptos de setores mais tradicionais, inclusive empresas de grande porte que buscam estes locais para realizar reuniões fora da sede.

 

Pontos Positivos

Primeiro ponto é o custo. Um escritório tradicional traz consigo gastos de aluguel, luz, água, internet e telefone, se considerarmos apenas os gastos básicos de contas fixas. Além disso, é preciso móveis e toda a infraestrutura básica. Em alguns casos até uma reforma. Já no coworking é simplesmente entrar e trabalhar. Todos estes valores estão embutidos no preço, o que, se colocar na ponta do lápis fica muito mais em conta.

Junto com isso, o coworking traz a opção de adaptar o tamanho da sua empresa ao local. Quanto mais o seu negócio cresce, mas espaço você aluga. Em um escritório convencional, dependendo do tamanho, você terá que cancelar o contrato – com direito a multa – e partir para um novo aluguel, passando por toda a burocracia de contrato e fiador.

Outro fator é que dividir o espaço com diversas empresas dos mais variados setores te traz uma rede de networking completamente grátis. Na mesa do lado você pode encontrar fornecedores ou, melhor ainda, possíveis cientes para o seu negócio.

 

Pontos de atenção

É importante prestar atenção em barulho. Como você vai trabalhar ao lado de outras áreas, com pessoas com perfis bem diferentes do seu negócio, fique atento para não trabalhar em um local que você não conseguirá se concentrar. Logicamente, que existem coworkings que você encontrará o que busca, mas é muito importante se atentar na hora da escolha.

Seguindo a mesma linha, tome cuidado para não comprar gato por lebre. Busque conhecer o local, quem são os donos e como cuidam da rotina. Ter um monte de mesa e cadeiras e trabalhar com várias empresas juntas não qualifica o local como um coworking. Preste atenção quais vantagens este ambiente trará para o seu negócio e funcionários. Existem estilos diferentes, uns mais formais outros mais alternativos. Pesquise aquele que mais se encaixa com você. O local de trabalho influencia diretamente na sua produtividade.

 

Escritório próprio

A primeira coisa que se pensa na hora de montar um negócio é ter o seu próprio escritório. Mas o mercado hoje traz outros modelos, por isso antes de fechar uma sala e contratar uma secretária, preste atenção para ver se ele realmente cabe no seu negócio e, principalmente, no seu bolso.

 

Pontos Positivos:

Uma equipe grande precisa de um espaço amplo e sem tantas distrações, já que você terá funcionários com os mais diversos perfis, desde daquele que não liga para barulho até o que não consegue se concentrar se um alfinete cai dentro da sala. O escritório próprio te dá a possibilidade de ambientar o local da forma que bem lhe entender, inclusive dando privacidade para quem precisa.

Isto também influencia no ponto de unir uma equipe grande. Neste caso, você precisará ter a possibilidade de reunir todos sem outras empresas por perto. Uma sala de reunião pode ficar apertada. Outra questão é a divisão por setores que, em alguns momentos precisam de privacidade. Neste caso o escritório também se faz útil.

 

Pontos de Atenção:

O primeiro e mais importante deles é o valor. Um escritório aumenta bastante o investimento inicial, o que pode inviabilizar o seu negócio. A burocracia para alugar uma sala também deve ser levada em consideração. Aprovação de crédito, fiador, documentos que não acabam mais vão aparecer no seu caminho. Isso sem contar o momento de sair do local. Pintar parede, entregar tudo conforme vistoria de entrada e arcar com muitos custos extras como mudança, instalações elétricas, hidráulicas, entre outras, da mesma forma quando você muda para uma nova casa.

Share this Story
Load More Related Articles
Load More By Fernanda Aléssio
Load More In Concentração e produtividade

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

Veja também

Como planejar o seu dia e cumprir todas as tarefas

O dia começou. Tudo parece tranquilo e você ...